Link Grupos privativos e FIT

Dubai - Emirados Árabes Unidos

Informações básicas para Brasileiros nos Emirados Árabes Unidos

Capital

Abu Dhabi

Língua

Árabe

Moeda

Dirham dos Emirados Árabes Unidos

Validade do passaporte

Deve ter validade de 6 meses (contados a partir da data de entrada)

Página do passaporte em branco

Uma página é necessária para carimbo na entrada.

Visto de turista necessário

Dispensa de visto, por até 90 dias

Vacinações

Nenhuma vacina específica é necessária para entrada no país.

Restrições de moeda para entrar

Não há

Restrições de moeda para sair

Não há

 

Telefones: As telecomunicações são excelentes, tanto nos Emirados Árabes Unidos quanto no exterior. Ligações do exterior às 21:00 às 07:00, toda sexta-feira e feriados são mais baratos do que em outros horários.

Fotografia: O Posto de Turismo pede para não tirar fotografias de prédios do governo, instalações militares, portos e aeroportos. Tirar fotos de mulheres muçulmanas é considerado ofensivo. Também é educado pedir permissão antes de fotografar homens.

Segurança: Os Emirados Árabes Unidos têm uma taxa de criminalidade praticamente nula e os visitantes não devem se preocupar em sair a qualquer hora do dia ou da noite, seja de táxi ou a pé.

Os Emirados Árabes Unidos, é um país ou federação soberana do Oriente Médio, localizada na península arábica, cuja forma de governo é a monarquia constitucional federal. Faz fronteira com Omã a sudeste e a Arábia Saudita a oeste e sul. Os Emirados Árabes Unidos compõe-se de sete emirados com capitais homônimas: Dubai, Abu Dhabi, Ajman, Sharjah, Fujairah, Umm Al-Qaiwain e  Ras Al-Khaimah.  Cada emirado mantém considerável autonomia política, judicial e econômica. Os sete emires dos Emirados Árabes Unidos formam o conselho supremo, o principal órgão de governo. Estes são escolhidos a cada cinco anos. Embora não seja oficial, o presidente do país é, por herança, um sheik do emirado de Abu Dhabi e o primeiro ministro, o sheik do emirado de Dubai. Zayed bin Sultan Al Nahayan foi o presidente dos Emirados desde a sua fundação até sua morte em 2004. Seu filho mais velho, Jalifa bin Zayed Al Nahayan, é o atual presidente. O Conselho Supremo também é responsável por eleger o conselho de ministros, enquanto uma assembléia federal federal de 40 membros, eleita de todos os Emirados, é responsável pela revisão das leis propostas pelo governo. Existe também um sistema judicial federal, todos os estados, exceto Dubai e Ras Al-Jaymah, aderiram a esse sistema federal. Todos os emirados concedem lei islâmica e secular para processos civis, criminais e supremos. A região, habitada desde pelo menos 5500 a. C., viu a chegada do Islã no século VII d.C. Durante o século XVI, caiu sob a influência das potências coloniais européias, finalmente estabelecendo o domínio britânico. No território onde o país está hoje, era habitado por tribos árabes belicosas. A grande parte da qual se dedicaram ao saque dos navios mercantes que passavam por suas costas, pelo que o mesmo era conhecido como "costa dos piratas". Outra atividade da população foi a de pesca, especialmente lucrativa foi a coleta de pérolas. Em 1820, o Reino Unido assinou o primeiro tratado de paz com os sheiks das tribos do país, para acabar com esses atos de pirataria. Mas o tratado que seria o começo do protetorado britânico seria o da trégua marítima perpétua, em maio de 1853, pela qual o Reino Unido estava encarregado da proteção militar do território. E o de março de 1892, o acordo exclusivo que garantia o monopólio do comércio e da exploração de recursos para os britânicos. O nome que os Emirados receberam durante esse período foi o dos Estados da Trégua. Os antigos Estados da Trégua foram um protetorado do Reino Unido de 1853 a 2 de dezembro de 1971, quando seis deles (Abu Dhabi, Ajman, Dubai, Fujaira, Sarja e Um el Kaiwain) se tornaram independentes, formando uma nova federação chamados Emirados Árabes Unidos. Ras el Jaima permaneceu à margem até 11 de fevereiro de 1972, quando decidiu se juntar aos seis emirados originais. As reservas de petróleo foram descobertas em Abu Dhabi em 1958 e em Dubai em 1966. Também existem pequenas quantidades em Sharjah e Ras Al Khaimah, mas mais de 90% das reservas estão em Abu Dhabi. Por fim, estima-se que o país tenha reservas como um todo por mais de 100 anos. Desde então, o petróleo é a principal fonte de renda e o componente essencial de seu PIB. Os Emirados Árabes Unidos são um dos países mais ricos do mundo, sustentados por uma economia liberal e aberta, com alta renda per capita e um considerável superávit comercial anual.

Clima

Estação fria (novembro a março): os dias nesta estação têm uma média de 8 horas de sol intenso, com temperaturas máximas de 28 ° C e mínimas de 14 ° C, sendo janeiro o mês mais frio do ano em Dubai. A temperatura média é de 20 ° C. Estação quente (abril a outubro): nestes meses, a temperatura média em Dubai é de 31 ° C, com um máximo de 41 ° C e um mínimo de 18 ° C. Julho e agosto são os meses mais quentes e os dias de maio e junho têm uma média de 11 horas de sol intenso.

Roupa e Vestimenta

Recomenda-se usar roupas de verão em algodão (roupas, etc.) durante todo o ano. Também não esqueça de levar sapatos ou chinelos de praia, chapéu de sol e óculos de sol. Durante a estação fria, pode fazer frio à noite. Neste momento, é aconselhável levar uma jaqueta com você. Os visitantes devem ter cuidado para não se ofender com o uso de roupas inadequadas. As mulheres são aconselhadas a não usar vestidos decotados, saias muito curtas ou jeans justos. Roupas de praia e shorts são aceitáveis nas praias e nas piscinas.

Gastronomia

Os Emirados Árabes Unidos oferecem uma variedade de pratos. Restaurantes, hotéis e bares oferecem menus europeus, asiáticos e árabes. O álcool é servido apenas em restaurantes  e em restaurante dentro de hotéis. Podemos encontrar lanchonetes, pizzarias e shawarmas. Todos os restaurantes são autorizados pelo governo e controlados periodicamente pelo município, a fim de manter um nível de higiene. O Golfo Pérsico oferece uma grande variedade de frutos do mar para o gourmet.

 

Principais Cidades

 

Dubai

Dubai é o segundo maior e mais populoso emirado. A cidade de Dubai é uma nova cidade que surge quase do nada e que foi lançada no mundo ocidental no início dos anos 80, uma vez com o boom do petróleo na região. Atualmente, não existe uma exportação maciça de petróleo bruto como antes e o turismo e o setor imobiliário são o ponto forte do Dubai atual, embora os petrodólares sejam os responsáveis. É uma cidade cosmopolita e cheia de vida quase 24 horas, tem quase todos os melhores hotéis do mundo, é aqui que o único hotel de luxo Grand de 7 estrelas no mundo chamado Burj al-Arab (a Torre da Arábia), que é bastante impressionante. Relativamente, é um novo destino turístico. É essencialmente uma cidade deserta, com excelente infraestrutura, políticas liberais (por padrões regionais), que se tornou popular por suas excelentes instalações turísticas. Apenas a 5 horas da Europa e a 3 horas da maior parte do Oriente Médio, Oriente Próximo e subcontinente da Índia, Dubai é um excelente refúgio para compras, festas, banhos de sol, boa comida, eventos esportivos , e até alguns prazeres do pecado. É uma cidade de superlativos: o mais rápido, o maior, o mais alto, o maior e o mais alto, Dubai é o destino. Possui a maior população imigrante do mundo.

Abu Dhabi

Abu Dhabi é o maior emirado do país e o segundo mais populoso. A cidade, com o mesmo nome, é a capital federal e o centro de governo dos Emirados Árabes Unidos. É a maior cidade do Emirado de Abu Dhabi e uma das cidades mais modernas do mundo. Há muito tempo visto como um posto burocrático formal, totalmente desprovido de dinamismo vizinho em Dubai, as coisas começaram a mudar radicalmente em 2004. Na tentativa de atrair turismo e investimento, a venda de terras a estrangeiros era permitida e eles relaxaram as restrições ao álcool. A Yas Island abriga o circuito de Fórmula 1 de Abu Dhabi e o novo parque temático da Ferrari. Abu dhab também é lugar do  Museo de Louvre, o icônico Louvre Abu Dhabi é o primeiro museu universal do mundo árabe que traduz o espírito de abertura às culturas. Como uma das principais instituições culturais localizadas no coração do Distrito Cultural Saadiyat, o sonho dos amantes da arte exibe obras de significado histórico, cultural e sociológico desde os tempos antigos até a era contemporânea. Projetado pelo arquiteto vencedor do Prêmio Pritzker, Jean Nouvel, o Louvre Abu Dhabi abrange 9.200 m² de galerias, incluindo a Galeria Permanente e uma Galeria Temporária que é enriquecida por empréstimos de muitos museus franceses notáveis, incluindo o Museu do Louvre, Musée d'Orsay e Centro Pompidou. Recriando partes dos elementos culturais integrais dos Emirados Árabes Unidos, Nouvel projetou um sistema de água “falaj” que percorre o museu, inspirado na antiga engenharia árabe, enquanto a cúpula de renda se inspira nas folhas de palmeira entrelaçadas tradicionalmente usadas como telhados em muitas partes do país, o resultado é um jogo encantador de luzes. Com a justaposição de diferentes civilizações nos mesmos espaços, o Louvre Abu Dhabi ilustra semelhanças e trocas da experiência humana compartilhada que vai além da geografia, nacionalidade ou história..  Nosso proximo ponto importante deste magnifico lugar é a Mesquitade Sheikh Zayed , esta obra de arte arquitetônica é uma das maiores mesquitas no mundo, com uma capacidade impressionante para 41.000 fiéis. Ela possui 82 abóbadas, mais de 1.000 colunas, lustres banhados a ouro 24 quilates e o maior tapete feito a mão no mundo. O salão de orações principal é dominado por um dos maiores lustres do mundo com 10 metros de diâmetro, 15 metros de altura e pesando 12 toneladas. A primeira cerimônia da mesquita foi o funeral daquele cujo nome ela recebeu, Sheikh Zayed, que foi enterrado no local. Os espelhos d’água os redor da Mesquita amplificam sua beleza. As impressionantes cores douradas e branco que brilham no sol se transformam à noite com o exclusivo sistema de iluminação que reflete as fases da lua.  Uma propriedade exuberante renomada mundialmente por sua essência arabesca e vencedor do prêmio de hospitalidade 5 estrelas e experiências locais autênticas. Situado no coração de Abu Dhabi, o Emirates Palace é excelente tanto em seu design quanto em sua oferta. Com uma praia privada imaculada de 1,3 km e piscinas paisagísticas, uma marina privada com vista para uma baía natural, o icónico hotel é perfeito para um período de férias único ou para eventos e reuniões nos maiores centros de conferências da cidade. Durante o dia, o exterior dourado do hotel contrasta com a vegetação circundante, as fontes de água prateadas e o céu azul. À noite, a iluminação do hotel muda de forma sutil, apresentando um efeito de arco-íris majestoso sobre a cúpula principal. O edifício principal do Palácio se estende por um quilômetro e seus jardins por 100 hectares. O hotel dispõe de 114 cúpulas, com a cúpula central com 72,6 metros de altura, trabalhada meticulosamente com ouro, madrepérola e cristais. O Palácio também possui 1.002 candelabros, o maior deles pesando 2,5 toneladas. Outra característica memorável são dois painéis artesanais, que retratam o próprio Palácio. No Emirates Palace não podemos de deixar de apreciar o famoso Cappuchino de Ouro.

Sharjah

O Emirado de Sharjah estende-se ao longo de aproximadamente 16 Km no litoral do Golfo dos UAE e por mais de 80 Km no interior. Além disso há masi três enclaves que pertencem a Sharjah situadas na costa oriental, limitando com o Golfo de Omã. Estes são Kalba, Khor Fakkan e Dibba al-Husn. O emirado tem uma área de 2,590 Km2 que é equivalente a 3,3% da área total do país excluindo as ilhas. A importante cidade de Sharjah que negligencia o Golfo Árabe possui os principais centros administrativos e comerciais junto com uma ordem de projetos culturais e tradicionais, incluindo vários museus. Várias áreas recreativas e parques de público como o parque de diversão Al Jazeirah e Al Buheirah Corniche. A cidade também é notável por suas numerosas e elegantes mesquitas. Ligações com o mundo exterior são providas pelo Aeroporto Internacional de Sharjah e Porto Khalid. Sharjah também cerca algumas áreas de oásis importantes o mais famoso é o Dhaid, onde uma gama extensiva de legumes e frutas que é cultivada em sua terra rica e fértil. Khor Fakkan proporciona para Sharjah um porto da costa oriental principal. Duas ilhas perto da praia pertencem a Sharjah, Abu Musa que esteve debaixo de ocupação militar pelo Irã desde 1971 e Sir Abu Nu’air.

Ajman

Ajman é o menor emirado dos sete emirados e o quarto mais populoso. Sob sua jurisdição, Ajmán possui os enclaves agrícolas de Masfut e Manama. Com uma população de aproximadamente 370.000 habitantes, a maioria vive em sua capital, Ajman.

Ras Al- Jaima

Ras al-Jaima é o único dos emirados que não foi integrado à federação em 1971, mas no ano seguinte (11 de fevereiro de 1972). Está localizado na fronteira com Omã, ao norte da península Arábica. É governado pelo xeique Saud bin Saqr al-Qasimi. Sua população é de cerca de 250.000 habitantes e a cidade é dividida em duas seções principais por um riacho.

Fujaira

Com a exceção de algumas enclaves pequenas que pertencem a Sharjah, Fujairah é o único emirado situado ao longo do Golfo de Omã. Sua costa é chega mais de 90 Km em comprimento e seu local estratégico fez um papel fundamental em seu desenvolvimento. A área do emirado é 1.165 Km2 que são equivalentes a 1.5% da área total do país excluindo as ilhas. Cidade de Fujairah, é a capital do emirado, e é também um rapido centro de desenvolvimento, que contém o escritório da Regra, departamentos de governo, muitas companhias comerciais e vários hotéis, como também um aeroporto e um Porto em Fujairah.

As características físicas do emirado são caracterizadas pelas montanhas de Hajar denteadas que limitam a planície litoral fértil onde a maioria da determinação aconteceu. Abençoada com paisagem dramática, Fujairah é colocado bem para continuar o edifício em seu comércio de turismo. Atrações que incluem alguns locais excelentes para mergulhar, a beleza natural das montanhas e do litoral, atrações culturais e históricas e, claro que, o sol do inverno é seguro. A cidade histórica de Dibba al-Fujairah, ao fim do norte do emirado, é um centro importante para agricultura e pescado, enquanto a aldeia de Bidiya tem uma mesquita de quatro-cupulas iguais que é o as mais velhas do país.

Al-Qaiwain

O Emirado de Umm al-Qaiwain que tem um litoral que de 24 Km fica situada na costa do Golfo Árabe dos UAE, entre Sharjah e o sudoeste, e Ras al-Khaimah e o nordeste. Sua borda interiormente é aproximadamente 32 Km do litoral principal. A área total do emirado chega aproximadamente 777 Km2 que são equivalente a 1% da área total do país excluindo as ilhas.

A cidade de Umm al-Qaiwain, capital do emirado, é situada em uma península estreita que cerca um riacho grande de 1 Km largo por 5 Km longo. O escritório da Regra, centros administrativos e comerciais, com um porto principal em Maricultura onde no Centro de Pesquisa são criados carabineiros e peixes em uma base experimental, que fica situado aqui. A cidade também porem tem os restos preservados de um forte velho, seu portão principal flanqueado por canhões defensivos.

Falaj al-Mualla, um oásis natural e atraente, situado a 50 Km do sudeste da cidade de Umm al-Qaiwain. A Ilha de Sinayah, está a uma pequena distância da praia que posui áreas de mangrove importantes, junto com uma colônia de procriação de cormorants de Socotra.

Orçamento

Autenticação